07/12/2018 às 01:07 PARA NOIVAS

COMO NOS SENTIMOS AO CASAR | NA COMUNIDADE | Por Ede & Gi

1945
3min de leitura

Pois bem, é sempre difícil contar os detalhes de uma história especial.

Mas no nosso caso, não acredito que seja difícil, pois sempre foi um sonho e uma escolha dos dois ter a benção de Deus. Começou na verdade no pedido de casamento, onde além das alianças, acabei presenteando a Gisa com um terço abençoado pelo Papa Francisco, trazido de Roma diretamente pelo Pe. Alexandre, que nada por acaso, foi o celebrante da nossa união.

Então começamos a viver nosso sonho!

Decidimos a data, então o próximo passo foi decidir o que seria prioridade no orçamento do casamento (parte mais difícil para os noivos). Para nós, as fotos eram o primeiro item da lista. Pois são as fotos que iriam materializar e eternizar nosso sonho. É aí que o Gui entrou na historia!

Uma das coisas que sempre foi prioridade para nós foram as nossas fotos. A primeira pessoa que falamos foi o Gui, que aliás, nos escutou com toda nossa proposta mirabolante de fazer as fotos do Pré-Casamento em São Miguel das Missões, pois sempre foi um sonho conhecer o local.

E A FESTA, ONDE?

Enfim, passada essa fase, começamos a viver nosso sonho, ai que veio o grande empecilho, aonde faríamos a festa? Uma escolha nada fácil. 

Pelo fato da Gisa morar próximo ao litoral, cheio de lugares lindos, a nossa vontade de casar ao ar livre era enorme, mas logo foi por terra pela quantidade de convidados. Decidimos por fim fazer a festa na modesta comunidade da Linha Santo Antonio 28, no interior de Guaporé/RS.

Chegada a tão esperada semana, decidimos viver intensamente todos os momentos daquela, desde o começo da montagem da decoração lindamente feita pelo Rafael Fachini, até o dia com a chegada das pessoas.

Aliás, abro aqui o capítulo mais importante da nossa celebração, NOSSOS CONVIDADOS!

Desde o início sabíamos que tudo só teria sentido se as pessoas que amamos estivessem ao nosso lado. Na sexta já recebemos as pessoas na casa dos meus pais, aí nos deu a dimensão de tudo que estava por vir, a energia presente, os abraços cheios de amor, as risadas espontâneas, fizeram a nossa véspera ser leve e inesquecível.

O GRANDE DIA!

O dia então, se tivéssemos planejado mil vezes, não teria dado tudo certo como deu, isso vai muito da energia envolvida, por nós, e pelas pessoas que estavam presentes. Você planeja todo um dia histórico, e como diz a Gisa, depois que a porta da igreja se abre, é só seguir o fluxo rsrsrs.

Seria difícil encontrar palavras para descrever o que foi o dia 22/09/18. Há momentos na vida que se tornam inesquecíveis.

Bem lá no fundo você sabe que aquele dia não vai voltar, aquela música não vai tocar, que a magia daquele momento nunca mais se encontrará em nenhum outro lugar na sua vida. 

Ponto importante! Já lembramos nessa conversa a importância das pessoas envolvidas no nosso casamento, então vale lembrar também daquelas que nos ajudaram, assim como o fato de morarmos perto da comunidade, o que tornou nossa vida muito fácil.

Nossos vizinhos e amigos nos ajudaram a preparar as carnes servidas no dia. Foi um senhor churrasco de gado e leitão, daqueles bem campeiros!

Enfim, ao nascer do dia, nos sentimos iluminados por cada momento vivido e por cada abraço compartilhado, uma felicidade sem tamanho dentro de nós, e um sentimento de alívio de quem fecha a festa com chave de ouro, mas abre um mundo de novas expectativas, sabendo que não precisamos  de um sol, quando aprendemos brilhar um para o outro!

Preparar e organizar um casamento não é fácil!

Muitos detalhes, muitas pessoas dando opinião envolvendo sonhos e desejos de duas pessoas, mas para nós, o planejamento do casamento era um ensinamento e uma vivência do que seria a vida de casados.

 Nós até brincávamos que se o relacionamento sobreviver ao planejamento seria eterno heheh, pois nessa caminhada amadurecemos muito também como casal.

por Ede Gi

_____

Gostou? Comente abaixo!

E para ver esse casamento completo,

CLIQUE AQUI!

07 Dez 2018

COMO NOS SENTIMOS AO CASAR | NA COMUNIDADE | Por Ede & Gi

Comentar
Facebook
WhatsApp
LinkedIn
Twitter
Copiar URL

Tags

bastian bastian fotógrafo casamento em comunidade casamento em guaporé depoimento de noivos dicas para noivas fotografia de casamento fotógrafo bastian fotógrafo de casamento fotógrafo de casamento guaporé fotógrafo de casamento rio grande do sul fotógrafo de casamento RS fotógrafo do ano fotos de casamento guaporé guilherme bastian guilherme bastian fotógrafo guilherme bastian fotógrafo do ano

Quem viu também curtiu

15 de Jun de 2018

COMO NOS SENTIMOS AO CASAR | NO APÊ | Por Thiago Sebben

13 de Mai de 2017

FOTOS PREMIADAS

04 de Jun de 2018

COMO NOS SENTIMOS AO CASAR | AO AR LIVRE | Por Carina Pelegrini