Aniversário Montenegro/RS

Aniversário | Das Crias

Chegou a hora dos fotógrafos comemorarem. Mas não é qualquer comemoração, é o famoso "Aniver das Crias"!


Nos acostumamos a estar em eventos, ao redor de pessoas felizes por dentro e por fora, e a estar com uma câmera nas mãos. Tê-las livres em um evento, chega a ser estranho. Colocá-las no bolso não basta. Quando pegamos o celular para amenizar o sentimento de culpa, paramos e pensamos com nós mesmos: "chega disso e se divirta!" Não é?!


Assim é comigo desde os meus quinze anos, e assim acredito, são com os meus colegas de profissão. Falando neles, falo na Dani e no Fernando. Fotógrafos, com uma família linda e com amigos especiais. Além disso, não posso deixar de falar sobre a maturidade que existe entre esses amigos. Isso é digno de livro! Afinal, o escritor e os personagens malucos já temos, não?!


Os conheci nesses congressos de fotografia, e desde lá, começamos a conviver um pouco mais perto. Passamos uma tarde linda juntos fazendo uma Sessão Família, e depois disso, fui convidado para fotografar o já famoso "Aniver das Crias". Esse evento deve ser estudado, sério.


Ele acontece na própria casa deles, começando na sexta e terminando no domingo Tudo isso, para comemorar o aniversário dos singulares Arthur de 11 anos e a Linda, de 6 aninhos. 


Esse ano, a festa chegou na sua sexta edição, e foi a primeira vez que o Fernando e a Dani não tiveram que se preocupar em fotografar. Ao invés disso, abraçaram, beberam, dançaram, e fizeram tudo o que o Aniver das Crias proporciona (não é pouca coisa não!)


Uma comemoração de verdade, embaixo de lona, música, regada a muitos comes e bebes, abençoados pela chuva e pela companhia de quem estava lá, dignos por serem convidados.


Quando chega a hora dos fotógrafos comemorarem, não é muito diferente dos outros. Fazemos o que nossos clientes fazem, mas esperamos que quem registre tudo isso, o faça com o mesmo carinho que desempenhamos ao fotografar nossos próprios eventos, não é Dani e Fernando?


Tenham certeza que esse carinho existiu do início ao fim, e que me sinto feliz demais por poder fazer poder conhecer vocês. Desde quando me conheceram, disseram que gostariam de me colocar "embaixo do braço e levar pra casa". Conseguiram, e foi muito especial para mim.


Espero que gostem!